O compartilhamento de espaços urbanos tornou-se mais do que um modismo, seja por questões financeiras ou sociais, a sociedade tende a compartilhar os espaços de diversas formas.

 

A ideia de espaços públicos compartilhados (Shared Spaces) foi promovida pelo urbanista Ben Hamilton-Baillie enquanto preparava um projeto de cooperação europeu em 2003. A sua intenção era integrar diversas atividades em um mesmo espaço público como: caminhadas, ciclismo, compras e circulação de pessoas de carro ou a pé. Entretanto, a ideia viralizou e foi integrada ao plano de urbanização de diversas cidades ao redor do mundo.

 

Atualmente, quando se fala em arquitetura e engenharia civil, também se fala em compartilhamento de espaços públicos urbanos. As grandes cidades estão buscando revitalizar os espaços públicos a fim de trazer melhorias e agregar mais uso, ou seja, estão dando novas utilidades aos espaços, como o que antes era um porto ou uma estação de trem desativados hoje pode se tornar uma praça, ou seja, um espaço público compartilhado.

 

Nesse contexto, a Metalco do Brasil apresenta uma gama de produtos em linha e desenvolve produtos especiais específicos para o compartilhamento desse espaço ser uma experiencia útil, durável e agradável aos olhos. Confira alguns projetos executados:

Foto: @ricardomilani

Georgia Business Park, São José do Rio Preto, SP.

 

Museu do Carnaval, Salvador, BA.

 

Parklet no centro de Farroupilha, RS.

 

Praça Duque de Caxias, Praia Grande, SP.

 

Praça do Trem, Caxias do Sul, RS.

 

Shopping Iguatemi Fortaleza - Mobiliário Urbano - Metalco do Brasil

Shopping Iguatemi, Fortaleza, CE.

 

 

 

Fonte:

metalcodobrasil.com.br/projetos/

blog.sharenext.com.br/as-diversas-formas-de-compartilhamento-de-espacos/